Como montar uma loja de roupas femininas com pouco dinheiro

Como montar uma loja de roupas femininas com pouco dinheiro?

Se você já trabalhou em uma loja de roupas, conhece o negócio, tem o dom de pessoas e está muito disposto a ser um empreendedor neste setor, você atende a quase todos os requisitos para criar seu próprio negócio.

No entanto, você também pode começar a usá-lo mesmo que não conheça o mundo da moda. Outra opção é colocar à frente de um especialista que o dirija, pelo menos nas fases iniciais.

Seja como for, a primeira coisa é escolher a forma de marketing que melhor se adapte às suas possibilidades. O franchising pode ser uma boa escolha: peças com bom suporte de marca e uma imagem já definida e conhecida pelo cliente.

Algumas casas oferecem a alternativa de se estabelecer como uma marca única – ou seja, vender exclusivamente seus produtos – ou que uma porcentagem muito alta dos itens que você oferece é da sua marca, mas sem a necessidade de franquear você.

Assim, você se beneficia da venda de uma marca conhecida, mas sem os laços de uma franquia (não pague taxa de entrada, royalties ou porcentagem de publicidade).

Você também pode configurar uma loja multimarcas com produtos de diferentes fornecedores que você escolherá de acordo com as preferências da sua clientela habitual.

O fator chave local para montar uma loja de roupa

Localização: depois que o método de marketing for decidido, você deve procurar um local adequado. Pode ser na rua, em um shopping ou mesmo no primeiro andar. [20 dicas para encontrar o local certo para o seu negócio

Dimensões: Deve ter pelo menos 40 m2 para incluir vitrines, vestiários e, claro, roupas. Além disso, você precisará de um depósito de pelo menos 20 m2.

Decoração: É uma das variáveis ​​mais importantes para atrair clientes. Fontes especializadas lembram que é importante que o cliente se sinta à vontade, por isso devemos tentar criar um ambiente que nos encoraje a ficar mais tempo na loja e, assim, aumentar as chances de fazer uma venda.

Lembre-se, também, que a decoração deve estar alinhada com o que é vendido, mas sem atrair muita atenção. Se o cliente parar mais em elogiar a decoração do que as roupas, você pode estar fazendo algo errado.

Showcases: É a carta de apresentação da sua loja. Sua missão é parar o transeunte e consertar o que você mostra. Para isso os especialistas recomendam expor uma amostra de todas as linhas de produto da loja, cuidando também da combinação de cores (também dentro da loja) e de todos os detalhes. Como fazer com que os clientes fiquem na frente da sua janela.

O relacionamento com os fornecedores dependerá do tipo de marketing para o qual optamos. Se você se estabelecer como uma loja multimarcas, terá que pesquisar e escolher vários fornecedores, dependendo de suas necessidades.

Como se organizar uma loja de roupa

Fornecedores: É muito importante procurar fornecedores sérios através de contatos, revistas ou feiras, como a Feira da Moda de Madri.Duas grandes compras por ano: Ao fazer pedidos, devemos ter em mente que, no mundo da moda, o ano natural é geralmente dividido em duas estações principais: primavera-verão e outono-inverno.

Dependendo da marca com a qual você trabalha, você terá que fazer entre dois e quatro pedidos principais ao longo do ano.

O costume são duas grandes compras por ano, no início de cada estação, ou seja, outono e primavera, para então adaptar sua oferta através de reabastecimentos pontuais.

Antecipadamente. Para poder dispor das peças de roupa na época correspondente, é normal pedirmos pelo menos seis meses de antecedência e, por vezes, até um ano antes.

No entanto, na opção chamada “logo fashion”, eles lhe servem o produto em um ou dois meses no máximo. E alguns fornecedores obtêm novos produtos de vez em quando que servem para introduzir novos recursos ao longo do ano.

Diferentes formas de pagamento: Quanto à forma de pagamento, o habitual é que quando você começa você tem que pagar os fornecedores em dinheiro. Então, à medida que você fizer um buraco no mercado e consolidar o relacionamento com os fornecedores, o prazo para pagar será aumentado.

Há especialistas que aconselham contra a fatura proforma denominada, através da qual você deposita o dinheiro no banco e, em seguida, eles lhe enviam a mercadoria. É preferível inspecionar toda a remessa antes de efetuar o pagamento.

Roupas que não são vendidas: se você estiver em uma franquia, o franqueador geralmente se encarregará dos itens não vendidos. Se este não for o seu caso, você terá que recorrer a ofertas e descontos, o que reduzirá sua margem de lucro, mas permitirá que você se livre do estoque. Portanto, nos primeiros anos, é conveniente fazer pequenas encomendas.

Aprendendo com os grandes: mantendo a distância, é interessante sempre olhar como os grandes fazem quando há alguma dúvida, e é que os negócios com maior participação de mercado investem em estudos de todos os tipos, então você tem que seguir sua trajetória para ver a evolução do setor.

Conceitos de contabilidade que você deveria saber na hora de montar uma loja de roupa com pouco dinheiro

Em nosso plano financeiro, devemos diferenciar três grandes seções:

Demonstração de resultados: reflete todas as receitas e despesas mensais, independentemente de terem sido feitas ou não. Por exemplo, se em maio nós pagarmos o aluguel para as instalações em maio e junho, a despesa correspondente para junho será cobrada naquele mês, mesmo que paguemos o anterior.

O total da demonstração de resultados nos informa as perdas (se for um valor negativo) ou os benefícios (se positivos) de cada ano. A venda de roupas será a principal renda da loja. Para essa figura, teremos que subtrair as despesas que acumulamos.

Destes, três contas devem ser destacadas: as despesas com pessoal, que serão aumentadas em julho e dezembro para os pagamentos extras (se não tiverem sido rateados), as despesas financeiras para o empréstimo bancário e a provisão para depreciação. para imobilizado, que será uma despesa mensal.

Cada vez que amortizamos, subtrairemos esse mesmo valor da conta de ativo fixo que aparece nos ativos do balanço patrimonial, através da amortização acumulada dos ativos fixos tangíveis.

Tesouro: Ele é dividido em coleções e pagamentos. As cobranças incluirão todo o dinheiro que vai para a caixa (venda de roupas, capital, empréstimo …), enquanto os pagamentos refletirão o que sai (estoque de segurança, compras, aluguel …). A diferença entre cobranças e pagamentos nos dará o saldo de tesouraria, que é o dinheiro líquido que estará disponível para a empresa para todos os tipos de eventualidades.

Saldo provisório: é formado por ativos e passivos. O ativo inclui todas as contas que representam uma posse ou um direito em favor da empresa, como, por exemplo, o estoque de títulos ou ativos fixos.

O passivo inclui todas as contas que constituem uma obrigação ou dívida da empresa, como, por exemplo, o dinheiro que devemos aos nossos fornecedores. Esse conteúdo sobre como montar uma loja de roupas femininas com pouco dinheiro foi útil pra você?

Descubra Como Ganhar R$10.000,00 Mil Reais Por Mês Através Da Internet A Partir Do Zero Mesmo Sendo Iniciante Com Essa Aula

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *